Você conhece os sintomas da depressão? Identificar os sinais da doença é o primeiro passo para solucionar o problema. Saiba como identificar e tratar a doença em nosso artigo!

Saiba aqui quais são os primeiros sintomas da depressão e como evitá-los

Você conhece os sintomas da depressão? Identificar os sinais da doença é o primeiro passo para solucionar o problema. Assim como qualquer outra patologia, a depressão pode incapacitar o indivíduo e exige tratamento médico rápido.

Considerada como a doença do século, a depressão afeta o psicológico da pessoa e pode até apresentar sinais físicos, como dores pelo corpo. Mas, afinal, você sabe o que fazer para tratar e evitar a depressão? Leia o post e saiba mais!

O que é a depressão?

Longe de ser frescura ou preguiça, a depressão é uma doença grave que interfere na maneira como a pessoa vê o mundo. A patologia é um desequilíbrio cerebral que engloba, também, fatores sociais e psicológicos.

O término de um relacionamento, a morte de um ente querido, problemas no trabalho, vícios e até alguns medicamentos podem desencadear a depressão. Porém, nem sempre existe um motivo lógico e aparente para provocar a doença.

Vale lembrar que depressão não é sinônimo de tristeza. Uma pessoa depressiva experimenta sentimentos negativos muito mais intensos que não desaparecem com o passar do tempo. A tristeza pode alcançar no máximo 20 dias, enquanto a depressão perdura.

Quais são os primeiros sintomas da depressão?

O início da doença pode apresentar sinais bem sutis, porém importantes. Os sintomas vão muito além de tristeza profunda, irritabilidade ou pensamentos suicidas. Veja alguns indicativos da doença:

  • vazio constante: sentimento de solidão, abandono e falta de sentido na vida;
  • desesperança: incapacidade de enxergar o futuro e dias melhores;
  • mudança no padrão de sono: insônia ou sono excessivo;
  • alteração nos hábitos alimentares: ausência de apetite ou muita fome;
  • falta de motivação: perda da vontade de fazer qualquer coisa;
  • dores pelo corpo: tensão muscular, diarreia, pressão no peito e dores de cabeça.

O autoconhecimento é essencial para identificar os sinais da doença. Se você sempre sofreu com insônia, por exemplo, a origem do problema pode ser outra. Portanto, é preciso observar as mudanças de comportamento.

Qual é o tratamento e como evitar a doença?

Ao identificar pelo menos três sintomas, é preciso agir! O primeiro passo é procurar ajuda profissional: psiquiatra e psicólogo. Casos mais severos podem exigir medicação e apenas um médico poderá diagnosticar e prescrever o melhor tratamento.

Sabe quando alguém quebra a perna e não consegue andar por um tempo? A depressão deve ser tratada como qualquer doença física, porque é igualmente incapacitante. Assim como as outras patologias, o diagnóstico precoce e o tratamento imediato são essenciais para evitar que a doença se agrave.

Você sabia que incluir algumas atividades na sua rotina pode evitar que a doença se instale? Veja o que fazer para evitar a depressão:

Pratique atividades físicas

Os exercícios estimulam a produção de endorfina — hormônio responsável pelo humor, alegria e sensação de bem-estar. Escolha alguma atividade prazerosa e tire pelo menos 30 minutos do seu dia para realizá-la.

Desenvolva a autoconfiança

Confie em você e trabalhe sua autoestima para potencializar seus atributos pessoais. Todo mundo tem qualidades e defeitos. A depressão pode fazer você enxergar apenas os aspectos negativos, mas todos têm pontos positivos também.

Não sobrecarregue seu dia a dia

As mulheres são muito cobradas para darem conta de tudo: cuidar do marido, das crianças, da casa e ainda trabalhar fora. Porém, o excesso de atividades não faz bem para saúde. Em razão disso, não se sobrecarregue! Procure redistribuir as tarefas que forem possíveis.

Relaxe

Já experimentou fazer meditação? O recurso pode ajudar a relaxar, treinar a mente e controlar os pensamentos A reflexologia também é uma alternativa para tratar dores físicas e emocionais.

Tenha acompanhamento profissional

Não tenha medo de procurar ajuda quando necessário. A psicoterapia, por exemplo, é um processo de autoconhecimento incrível. Ao entender suas fraquezas, você consegue controlá-las para ser feliz.

Os sintomas da depressão vão muito além da tristeza. Afinal de contas, o desânimo momentâneo não é um sinal da doença. Lembre-se: a depressão possui tratamento e pode até ser evitada ao incluir atividades simples na rotina. Siga todas as dicas e ganhe saúde e qualidade de vida!

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário no post e conte-nos sua experiência.

Sem Comentários

Cancelar