Não está bem consigo mesma? Aprenda 5 dicas para melhorar a autoestima

Não está bem consigo mesma? Aprenda 5 dicas para melhorar a autoestima

Quem nunca quis uma sensação plena de bem-estar, tanto com o aspecto físico quanto com o mental? Será que é possível senti-la na maior parte do tempo? Existem mesmo formas eficazes de melhorar a autoestima?

Pensando na importância desse tema, produzimos este artigo com uma série de dicas para que você consiga deixar o complexo de inferioridade de lado e se sinta feliz por ser uma pessoa única. Vamos lá?

O que é a autoestima e por que ela é importante?

Em termos bastante resumidos, a autoestima é a nossa capacidade de gostar de nós mesmos. Se você não sente admiração por quem você é em diferentes âmbitos da vida — pessoal, profissional etc. —, pode-se dizer que ela é baixa ou inexistente.

Em entrevista concedida ao portal Vix, a psicóloga Pamela Magalhães explica que as pessoas com baixa autoestima não gostam de si mesmas e, por isso, fazem escolhas ruins.

A presença da autoestima em nossas vidas é essencial para não sentir medo e não se diminuir perante os outros. Além disso, ela impulsiona a autossuficiência, característica de quem é independente e não precisa da aprovação alheia em qualquer ocasião.

Como melhorar a autoestima?

Agora que você já sabe o que ela significa e por quais razões ela exerce uma influência gigantesca em nossas vidas, é hora de entender como elevar a autoestima.

1. Pratique o autoconhecimento e o autocuidado

Aproveite os momentos que você tira para relaxar e analise suas vontades, seus anseios e sua forma de ver o mundo. O autoconhecimento, isto é, a capacidade de conhecer a si mesmo, é uma excelente ferramenta para desenvolver a autoestima.

Nesse sentido, o autocuidado também é extremamente bem-vindo. Reserve um tempo para cuidar de você e esqueça um pouco das necessidades das outras pessoas.

2. Escolha hobbies dos quais realmente goste

Não se force a apreciar programas que não são compatíveis com as suas vontades. Muitas vezes, amigos e familiares nos forçam a alimentar certos hábitos dos quais não gostamos. Não se esqueça: seus hobbies devem ter a sua cara e não a de outras pessoas, por mais que você goste delas.

3. Aprecie seu corpo e suas qualidades

Não se deixe abalar apenas porque você tem algumas estrias ou imperfeições. A maioria das pessoas não tem um corpo de acordo com os padrões estabelecidos pela televisão ou por top models.

4. Ouça suas próprias vontades

Quem quer melhorar a autoestima precisa estar em dia com as próprias vontades. Portanto, não se preocupe em manter uma falsa imagem que as pessoas à sua volta formaram sobre você. Parece óbvio, mas nunca é demais dizer: a vida é sua!

5. Deixe a insegurança e a frustração de lado

Erros e acertos acontecem cotidianamente. Os fantasmas do passado e os traumas causados por fracassos antigos devem servir como um estímulo para que você melhore e não como uma ameaça que impede de seguir adiante.

Melhorar a autoestima pode ser um desafio, mas é, sem dúvidas, uma necessidade para se viver bem e com confiança. Lembre-se de que não há ninguém como você no mundo e todos têm defeitos.

Se você gostou deste texto e quer ficar por dentro das nossas novidades, aproveita para curtir a nossa página no Facebook!

Sem Comentários

Cancelar