Como funciona a endermologia

Saiba como funciona a endermologia e para que ela serve

Não há dúvidas de que a celulite e a flacidez são supernormais. Mas nem por isso elas deixam de incomodar muita gente! Embora praticar exercícios físicos e ter uma dieta equilibrada sejam essenciais para melhorar o quadro, eles não são suficientes para mandar os furinhos embora.

Se você também se incomoda com a celulite e quer uma forma de combater esse problema, temos uma boa notícia para você: com o avanço dos tratamentos estéticos é possível melhorar muito a celulite e a flacidez ou, até mesmo, acabar com elas! Quando aliados àquela duplinha essencial que falamos agora há pouco, as chances de livrar-se delas aumentam mais ainda.

A endermologia é um bom exemplo de tratamento eficiente no combate à celulite e à flacidez! Esse procedimento poderoso ajudará você a se ver livre desses problemas. Quer saber mais sobre o assunto e, principalmente, sobre como funciona a endermologia? Então, continue lendo este post que vamos te dar todas as respostas!

O que é e como funciona a endermologia?

A endermologia é uma técnica francesa que mescla drenagem linfática e massagem modeladora. Feita com o auxílio de um aparelho, o procedimento usa o vácuo e o rolamento para desfazer os nódulos fibrosos, que são causados pela circulação prejudicada no local em que aparecem. É a partir dessa falha na microcirculação que surgem as celulites!

As ventosas do aparelho são responsáveis pela sucção e têm como objetivo agir nos vasos linfáticos, estimulando a eliminação de toxinas. Nesse processo, os vasos linfáticos estimulam também o tecido conjuntivo — é nele que fica o colágeno, responsável por dar viço e firmeza à pele.

Para quem a endermologia é indicada?

Basicamente, para qualquer pessoa que tenha problemas com celulites ou flacidez! Além desses, outros problemas também podem ser tratados com o uso da endermologia: cravos no rosto, retenção de líquidos, atenuação de rugas e cicatrizes e também casos de pré e pós-operatórios.

O tratamento é contraindicado em alguns casos específicos, por aumentar a circulação sanguínea. São eles: portadores de marca-passo, trombose, problemas cardíacos, hepatite e diabetes. Pessoas com cicatrizes inelásticas e que apresentem lesões ou inflamações no local da aplicação também não devem se submeter ao procedimento.

Quantas sessões são necessárias?

Essa pergunta tem uma resposta bem simples: depende! Cada caso é um caso, e a quantidade de sessões dependerá do grau de celulite de cada paciente. Mas, para dar uma ideia a você, o tratamento completo costuma durar cerca de 10 sessões, sendo que a partir da 4ª já é possível perceber os resultados!

Como potencializar os resultados?

A vacuoterapia, como também é chamada a endermologia, pode ser associada a outros tratamentos, caso você busque resultados melhores e mais duradouros. A drenagem linfática manual ajudará ainda mais a eliminar os líquidos retidos e, dessa forma, a celulite.

Ultrassom, radiofrequência e infravermelho são alguns outros exemplos de tratamentos que podem ser combinados à endermologia.

Quais os benefícios do tratamento?

  • pele mais firme, consequência do estímulo ao colágeno;
  • atenuação ou desaparecimento das celulites;
  • eliminação de líquidos e toxinas retidas;
  • pele mais lisa, bonita e firme;
  • contorno corporal mais definido;
  • melhora da circulação;
  • efeitos duradouros.

Manter uma rotina de exercícios físicos e apostar em uma alimentação mais saudável são esforços que também potencializarão os resultados da endermologia e, claro, trarão benefícios para a sua vida toda!

Se você gostou de saber o que é e como funciona a endermologia, e de que forma esse tratamento pode ajudar você a se livrar das indesejáveis celulites, então, assine a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades em primeira mão!

 

Sem Comentários

Cancelar