Mamoplastia de aumento: como escolher a prótese de silicone

Mamoplastia de aumento: como escolher a prótese de silicone

Aumentar o volume dos seios e modificar seu formato é uma mudança cada vez mais cobiçada pelas mulheres, sendo a cirurgia de colocação de próteses de silicone a cirurgia plástica mais realizada no Brasil. Mas como escolher a prótese de silicone? 

A escolha de cada modelo de prótese, bem como a definição de que técnica cirúrgica deva ser adotada, embora passe pela preferência do cirurgião, está principalmente voltada para alcançar os resultados desejados pelas pacientes, e deve ser sempre individualizada. Esta escolha baseia-se nas características físicas de cada caso, como altura, formato e largura do tórax, tamanho e posição das aréolas, qualidade da pele da região mamária, além do volume atual das mamas. Assim, devemos seguir alguns critérios para que obtenhamos êxito em nossa escolha e uma maior satisfação no pós-operatório. 

Qual será a técnica cirúrgica escolhida 

São neste momento abordados a via por onde será introduzida a prótese e o plano (local) onde esta será colocada. As principais vias de acesso para a inclusão do implante são o sulco mamário, a aréola e através da axila. Em relação ao local, podemos optar entre os planos submuscular, no qual se coloca a prótese atrás do músculo peitoral, usada nos casos em que temos muito pouco tecido mamário para uma adequada cobertura da prótese; subglandular, com o posicionamento da prótese atrás da glândula mamária, quando este tecido oferece adequada cobertura e proteção ao implante; e, mais modernamente, o plano conhecido como Dual Plane

A técnica Dual Plane (duplo plano), é um novo método que oferece os benefícios das duas principais técnicas, uma vez que a metade superior da prótese fica encoberta pelo músculo e a metade inferior, pela glândula. Logo, pode-se manter uma aparência natural mesmo com o uso de volumes maiores de silicone,  uma vez que a faixa de músculo que recobre a prótese no polo superior evita que esta marque a pele, enquanto que a parte inferior da prótese mantem a projeção da mama pelo contato direto com a glândula mamária.

Qual será o implante escolhido

A escolha do implante será definida a partir do tamanho (volume), perfil e formato da prótese a ser utilizada, mais uma vez de acordo com o resultado almejado pela paciente e com a indicação do cirurgião.

O tamanho corresponde ao volume de silicone contido na prótese e varia principalmente de acordo com o desejo da paciente e suas características físicas.  O volume dos implantes de silicone representa a relação entre a largura de sua base e sua altura (projeção). Assim, podemos ter, por exemplo, uma prótese de 250 ml com uma base estreita e com maior projeção, e outra prótese, também de 250 ml, mas com uma base mais larga e menor altura, sendo implantes que propiciam resultados estéticos completamente diferentes, apesar do mesmo volume. Muitas vezes são utilizados moldes no trans-operatório para a definição do melhor tamanho de prótese, sobretudo quando temos mamas muito assimétricas. 

O perfil da prótese pode ser baixo, moderado, alto e super alto. Os implantes com perfis baixo e moderado apresentam base alargada e pouca ou moderada projeção, o que confere aumento de volume uniforme à toda a mama, de maneira discreta. Já as próteses de perfil alto e super alto possuem base mais estreita e maior projeção, deixando as mamas mais evidentes, sobretudo no polo superior, sendo usualmente indicadas para as pacientes com tórax estreito ou nos casos em que a paciente deseja mamas mais projetadas.

A forma do implante pode ser redonda, anatômica e cônica. A redonda é utilizada para um aumento uniforme de toda a mama, sendo a prótese mais comumente utilizada. Já a anatômica, conhecida como prótese em formato de gota, permite um aumento preferencial do polo inferior da mama em detrimento do polo superior, o que permite resultados muito naturais. Atualmente também dispomos de implantes com forma cônica, com base estreita e com grande projeção, gerando uma mama de aspecto mais empinado. 

Assim, como em toda cirurgia plástica, o tratamento deve ser individualizado e planejado de acordo com a necessidade e anseio de cada paciente. A escolha da prótese de silicone baseia-se em uma avaliação criteriosa durante a consulta médica, na qual aspectos como o volume desejado, a expectativa com o resultado e a proporcionalidade corporal devem ser discutidos, para assim permitir um resultado satisfatório e harmonioso, com seios mais volumosos e belos, mas sem perder a naturalidade.

Dr. Alexander Hornos. CRM 29199 RQE 21654
Membro Titular Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Membro da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos (ASPS)

Benefícios da Criolipólise: a lipoaspiração sem cirurgia

Benefícios da Criolipólise: a lipoaspiração sem cirurgia

Os tratamentos estéticos estão sempre evoluindo e novos tratamentos são descobertos a cada dia. A criolipólise é o atual queridinho, escolhido de 9 entre 10 pessoas que desejam eliminar gorduras localizadas. Você já conhece o tratamento? Saiba tudo neste artigo que preparamos.

O que é criolipólise?

Criolipólise é o um tratamento estético que congela e elimina gorduras localizadas sem a necessidade de intervenções cirúrgicas. Por isso, vem sendo apontada como a lipoaspiração sem cirurgia.

Como funciona o procedimento

A técnica foi desenvolvida pelo dermatologista e pesquisador Rox Anderson, da faculdade de Medicina de Harvard. Um aparelho criado especificamente para esse fim “suga” as células de gordura localizada e as congela a temperaturas até -11ºC. As baixas temperaturas destroem as células de gordura sem danificar músculos, nervos e outras estruturas próximas ao local da aplicação.

Uma parte da gordura a ser eliminada é conduzida ao fígado para ser metabolizada e expelida naturalmente. A outra parte é reaproveitada pelo organismo. Não há risco de sobrecarga do fígado, pois o sistema linfático leva apenas uma pequena quantidade diária de gordura ao órgão para ser metabolizada.

Benefícios da criolipólise

A lipoaspiração é o segundo procedimento mais realizado no Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), ficando atrás somente do implante de silicone nos seios. Ainda conforme a SBCP, a busca por alternativas menos invasivas cresceu 390% entre 2014 e 2016 (últimos dois censos realizados pelo órgão).

Isso explica a grande adesão à criolipólise e tratamentos semelhantes. Um dos principais benefícios da técnica é a rapidez dos resultados. Normalmente, uma sessão já é o suficiente para eliminar a gordura localizada, sendo que pode ser necessária uma nova aplicação após 90 dias. Estudos de Harvard indicam que uma única sessão é capaz de reduzir de 20 a 25% da gordura localizada na área de aplicação. Dez dias após a realização do procedimento, já é possível perceber a diferença, sendo que o efeito máximo aparece entre 30 e 90 dias (os resultados variam de pessoa para pessoa).

Outro benefício da criolipólise é que o tratamento não deixa cicatrizes, já que é feito sobre a pele. Após a sessão, o paciente pode voltar às suas atividades normais imediatamente.

Há relatos de pacientes informando que a criolipólise melhora o aspecto da celulite, em virtude da eliminação da gordura localizada. Ainda não há comprovação científica sobre essa relação, mas fotos de antes e depois dos pacientes indicam uma considerável melhora.

O método não é invasivo e é praticamente indolor. Pode deixar uma vermelhidão, inchaço e hematomas no local da aplicação, causando uma dor leve à moderada nos primeiros dias. Após uma semana, esses sintomas já devem ter passado.

Indicações da criolipólise

O tratamento é indicado para pessoas que estão no seu peso ideal (ou próximo dele) e que possuem aquelas gorduras localizadas – conhecidas como ‘pneuzinhos’ – difíceis de eliminar com exercícios.

Por ser realizada com um aparelho específico, a criolipólise não pode ser feita em todas as regiões do corpo. É indicada para a região abdominal, pneuzinhos das costas, glúteos, coxas, flancos, braços e culote. Por enquanto, não é possível aplicar no rosto, pois os aplicadores disponíveis no mercado não encaixam em regiões tão pequenas. Segundo o fabricante do aparelho, devem ser lançadas ponteiras para outras regiões do corpo em breve.

Contraindicações

Apesar dos inúmeros benefícios, a criolipólise não pode ser realizada por qualquer pessoa. A aplicação não é indicada para pessoas com sobrepeso ou obesas, bem como gestantes, pessoas com sensibilidade ao frio (como quem tem urticária, por exemplo), quem tenha realizado cirurgia recentemente (menos de 6 meses), pessoas com processos infecciosos ou com doenças metabólicas descompensadas, entre outros.

Agora que você já conhece a criolipólise, agende sua consulta na Clínica Grendene mais próxima de você para fazer uma avaliação e iniciar seu tratamento estético.

 

mulher deitada em spa relaxante

Tipos de tratamentos corporais

Tipos de tratamentos corporais

Quem busca um corpo perfeito, sabe que é difícil – às vezes até impossível – chegar lá mesmo com exercícios e uma alimentação saudável. Por isso para alcançar o corpo dos sonhos, os tratamentos corporais são importantes aliados. Com uma enorme variedade no mercado, vamos explicar como funciona cada um para você conhecer e escolher o que melhor se encaixa com seus objetivos e necessidades.

Os tratamentos corporais podem ser divididos, basicamente, em 3 categorias: estéticos, relaxantes e terapêuticos. Veja os tratamentos que compõem cada um deles:

Tratamentos corporais estéticos

Esse tipo de tratamento visa um ganho estético para corrigir ou melhorar alguma parte do corpo que seja motivo de insatisfação.

Entre os tratamentos está o Diamond Max, uma massagem desintoxicante que aumenta a circulação sanguínea local, reduzindo gorduras localizadas e celulite.

Se você está buscando um tratamento para melhorar a estética corporal, pré ou até mesmo após uma cirurgia plástica, celulite, gordura localizada, cicatrizes hipertróficas e após uma situação traumatológica, a Drenagem Linfática é uma excelente opção. A terapia vem auxiliando cada vez mais em ganhos estéticos com diferentes queixas.

homem recebendo massagem nas costas

A esfoliação corporal remove a camada externa da pele, estimulando a renovação celular e contribuindo em outros tratamentos e cuidados com a pele, pois facilita a absorção de cremes e outros produtos.

Conheça aqui todos os tratamentos estéticos disponíveis na Clínica Grendene.

Tratamentos corporais relaxantes

Tratamentos corporais relaxantes são indicados para todas as pessoas. Após um longo dia de trabalho ou uma rotina estressante, uma ajudinha para relaxar é uma ótima pedida.

Você pode optar pela Massagem Diamond Quiet Relax, que combina as massagens relaxante e terapêutica com alongamentos específicos no corpo, rosto e cabeça, proporcionando relaxamento, alívio de dores e redução no nível de estresse.

Conheça aqui todos os tratamentos relaxantes disponíveis na Clínica Grendene.

Tratamentos corporais terapêuticos

mulher recebendo massagem nos pés

Os tratamentos terapêuticos costumam auxiliar na recuperação de lesões, melhora na condição física, entre outras necessidades.

A reflexologia é uma técnica muito utilizada, pois se diz que o pé apresenta um mapa do corpo e através dele é possível acessar todas as partes do corpo, identificando e tratando males e incômodos.

Para quem realizou uma cirurgia, o Diamond Pós-Operatório é uma ótima escolha, que promove resultados efetivos e esteticamente mais satisfatórios. Com o objetivo de prevenir a formação de aderências e fibroses, o programa combina diversas técnicas para garantir a qualidade da cicatrização após a cirurgia.

Conheça aqui todos os tratamentos terapêuticos disponíveis na Clínica Grendene.

Entenda o que é a carboxiterapia e as áreas onde pode ser feita

Entenda o que é a carboxiterapia e as áreas onde pode ser feita

Entenda o que é a carboxiterapia e as áreas onde pode ser feita

Um tratamento estético que vem ganhando cada vez mais destaque por conta dos bons resultados é a carboxiterapia. A técnica — que utiliza gás carbônico — é a grande aliada no combate à flacidez, celulite, estrias, gordura localizada, além de amenizar olheiras, cicatrizes e até rugas.

O procedimento promove o aumento da circulação na região da aplicação além de favorecer a produção de colágeno, o que traz firmeza para pele.

Neste artigo vamos explicar em detalhes como funciona a carboxiterapia, as áreas corporais onde a técnica pode ser feita e a importância de procurar um centro estético especializado. Acompanhe e tire todas as suas dúvidas!

O que é carboxiterapia?

É uma técnica de estética corporal e facial que consiste na aplicação de gás carbônico medicinal para melhorar o aspecto da pele. É indicada, principalmente, para os problemas que mais afligem as mulheres — como celulite, estrias vermelhas, gordura localizada e flacidez.

A carboxiterapia utiliza uma agulha fina acoplada a um cilindro com o gás para aplicá-lo no tecido subcutâneo. A profundidade da inserção e a vazão da substância vai depender do caso a ser tratado.

Se o objetivo for combater a celulite, por exemplo, a inserção ocorre entre a pele e gordura. A vantagem é que o tratamento tem ação nos 3 níveis da celulite — edema, gordura e fibrose. Já no caso da estria, a agulha é colocada dentro da cicatriz, distendendo o tecido.

O gás carbônico melhora a circulação sanguínea uma vez que leva mais oxigênio e nutrientes para a pele, o que reduz os inchaços. Além disso, auxilia na quebra de gordura e contribui também para a formação de colágeno — proteína que deixa as células mais unidas e firmes.

Para melhores resultados, recomenda-se de 10 a 15 sessões de carboxiterapia — com intervalo de 15 dias entre elas. Podem aparecer manchas roxas após as aplicações, mas elas desaparecem sozinhas.

Em quais áreas o tratamento pode ser feito?

A vantagem é que a carboxiterapia pode ser aplicada praticamente em todo o corpo. Veja abaixo:

  • rosto — para suavizar olheiras, rugas e cicatrizes como a de acne;
  • pescoço — para reduzir flacidez;
  • abdômen, coxas, nádegas, costas e parte interna dos braços — no tratamento de celulite, estrias, gordura localizada e flacidez;
  • mamas — no tratamento de estrias.

Qual a importância de procurar uma clínica de estética especializada?

Como você pode ver, é uma técnica que pode apresentar bons resultados, deixando a pele mais lisa e uniforme. No entanto, é fundamental que você procure uma clínica de estética especializada, onde a carboxiterapia é realizada sob supervisão médica.

A precaução é por causa da agulha — ela precisa ser aplicada na região correta para evitar qualquer dano à sua saúde.

É importante deixar claro, ainda, que o procedimento é contraindicado para gestantes, pessoas com doenças cardíacas e pulmonares, com infecções na pele, com trombose arterial, entre outros casos clínicos. Por isso, é essencial a avaliação médica antes do tratamento estético.

Agora você já sabe que pode ficar com a pele mais bonita com as sessões de carboxiterapia. Os resultados desse tratamento podem ser ainda melhores quando ele é associado a outros tratamentos, como a drenagem linfática, e a hábitos saudáveis!

Ficou interessado em combater celulites e estrias com essa técnica? Então entre em contato conosco e agende uma avaliação!

Não está bem consigo mesma? Aprenda 5 dicas para melhorar a autoestima

Não está bem consigo mesma? Aprenda 5 dicas para melhorar a autoestima

Não está bem consigo mesma? Aprenda 5 dicas para melhorar a autoestima

Quem nunca quis uma sensação plena de bem-estar, tanto com o aspecto físico quanto com o mental? Será que é possível senti-la na maior parte do tempo? Existem mesmo formas eficazes de melhorar a autoestima?

Pensando na importância desse tema, produzimos este artigo com uma série de dicas para que você consiga deixar o complexo de inferioridade de lado e se sinta feliz por ser uma pessoa única. Vamos lá?

O que é a autoestima e por que ela é importante?

Em termos bastante resumidos, a autoestima é a nossa capacidade de gostar de nós mesmos. Se você não sente admiração por quem você é em diferentes âmbitos da vida — pessoal, profissional etc. —, pode-se dizer que ela é baixa ou inexistente.

Em entrevista concedida ao portal Vix, a psicóloga Pamela Magalhães explica que as pessoas com baixa autoestima não gostam de si mesmas e, por isso, fazem escolhas ruins.

A presença da autoestima em nossas vidas é essencial para não sentir medo e não se diminuir perante os outros. Além disso, ela impulsiona a autossuficiência, característica de quem é independente e não precisa da aprovação alheia em qualquer ocasião.

Como melhorar a autoestima?

Agora que você já sabe o que ela significa e por quais razões ela exerce uma influência gigantesca em nossas vidas, é hora de entender como elevar a autoestima.

1. Pratique o autoconhecimento e o autocuidado

Aproveite os momentos que você tira para relaxar e analise suas vontades, seus anseios e sua forma de ver o mundo. O autoconhecimento, isto é, a capacidade de conhecer a si mesmo, é uma excelente ferramenta para desenvolver a autoestima.

Nesse sentido, o autocuidado também é extremamente bem-vindo. Reserve um tempo para cuidar de você e esqueça um pouco das necessidades das outras pessoas.

2. Escolha hobbies dos quais realmente goste

Não se force a apreciar programas que não são compatíveis com as suas vontades. Muitas vezes, amigos e familiares nos forçam a alimentar certos hábitos dos quais não gostamos. Não se esqueça: seus hobbies devem ter a sua cara e não a de outras pessoas, por mais que você goste delas.

3. Aprecie seu corpo e suas qualidades

Não se deixe abalar apenas porque você tem algumas estrias ou imperfeições. A maioria das pessoas não tem um corpo de acordo com os padrões estabelecidos pela televisão ou por top models.

4. Ouça suas próprias vontades

Quem quer melhorar a autoestima precisa estar em dia com as próprias vontades. Portanto, não se preocupe em manter uma falsa imagem que as pessoas à sua volta formaram sobre você. Parece óbvio, mas nunca é demais dizer: a vida é sua!

5. Deixe a insegurança e a frustração de lado

Erros e acertos acontecem cotidianamente. Os fantasmas do passado e os traumas causados por fracassos antigos devem servir como um estímulo para que você melhore e não como uma ameaça que impede de seguir adiante.

Melhorar a autoestima pode ser um desafio, mas é, sem dúvidas, uma necessidade para se viver bem e com confiança. Lembre-se de que não há ninguém como você no mundo e todos têm defeitos.

Se você gostou deste texto e quer ficar por dentro das nossas novidades, aproveita para curtir a nossa página no Facebook!

Descubra agora as diferenças entre a Criofrequência e a Criolipólise

Descubra agora as diferenças entre a Criofrequência e a Criolipólise

Descubra agora as diferenças entre a Criofrequência e a Criolipólise

Muitos pacientes e profissionais da área de estética têm dúvidas sobre as diferenças entre a Criofrequência e a Criolipólise. Ao contrário do que se imagina, os procedimentos não são os mesmos. Embora ambos ofereçam excelentes resultados para o corpo e face, as suas técnicas e efeitos são bastante distintos.

Para decidir qual deles é o melhor, vale a pena passar por uma avaliação detalhada e com um profissional qualificado. Ao longo da consulta, o especialista deve considerar alguns fatores importantes, como: tipo físico do indivíduo e objetivos esperados ao fim do tratamento.

De qualquer modo, se você está pensando em optar por alguma dessas técnicas, nada melhor do que entender a fundo como elas funcionam, certo? Para ajudá-la nessa tarefa, criamos este post com as principais diferenças entre os métodos. Acompanhe a leitura!

Entenda como cada técnica funciona

Tanto a Criofrequência quanto a Criolipólise são considerados os tratamentos estéticos mais buscados entre as mulheres que desejam melhorar o aspecto do corpo ou do rosto. Contudo, muitas vezes, as duas técnicas podem ser confundidas entre os pacientes, já que os nomes soam tão similares.

O que boa parte das pessoas não sabe é que cada método atua de uma maneira distinta em nosso corpo e, por isso, é interessante conhecê-los a fundo antes de iniciar qualquer tratamento. Veja abaixo:

Criofrequência

A chamada Criofrequência é um método que atua por meio de um choque térmico. Esse, por sua vez, é capaz de desestabilizar o metabolismo e, com isso, quebrar as células de gordura. Para gerar tal energia elétrica, é utilizada uma ponteira, que, ao entrar em contato com a sua pele, consegue resfriar a superfície em até -10°C.

Enquanto isso, ondas de calor, podendo chegar até 60°C, penetram simultaneamente em camadas cutâneas mais profundas. Além de reduzir as células adiposas, o procedimento é capaz de estimular a formação de fibras de colágeno e elastina, proporcionando o famoso efeito lifting.

Criolipólise

A Criolipólise é um tratamento que tem o objetivo de combater a gordura localizada em determinadas áreas do corpo. Nesse processo, o profissional usa uma ponteira de sucção, bem como uma manta anticongelante, que são posicionadas sobre a pele.

Inicialmente, o equipamento aquece. Após 5 minutos, começa a resfriar, emitindo ondas de temperaturas negativas — de até -11°C — para intensificar a destruição das células adiposas e, posteriormente, promover a eliminação natural do excesso de gordura.

Saiba o que esperar dos resultados

A diferença entre a Criofrequência e a Criolipólise não se limita ao modo de atuação no organismo. Há ainda outra distinção entre as duas tecnologias: os seus resultados.

A Criofrequência, por exemplo, é uma técnica que pode ser utilizada para o corpo e rosto, sendo um tratamento de médio a longo prazo. Ou seja, para notar os resultados, é preciso realizar mais do que uma sessão. Com ela, é possível eliminar rugas, linhas de expressão, assim como o acúmulo de gordura corporal e a flacidez.

Por acelerar a produção de colágeno, também é um ótimo método para quem deseja adicionar mais viço, firmeza e tonicidade à região. Os primeiros resultados podem ser notados logo após a sessão inicial.

Ao contrário da opção anterior, a Criolipólise tem como foco apenas a redução de gordura. Os resultados aparecem em até 90 dias, após uma única sessão. Inclusive, o procedimento pode ser um pouco dolorido. Para evitar danos, o método deve ser utilizado apenas no corpo e não na face.

Indicações

Antes de apostar em um dos tratamentos, é importante conferir as indicações de cada um. A Criolipólise é uma técnica recomendada para pessoas sem sobrepeso que possuem gordura localizada e não conseguem eliminar esse excesso com uma alimentação saudável ou atividades físicas.

Já a Criofrequência é ideal para quem deseja eliminar alguns centímetros e diminuir a flacidez, gordura ou remodelar alguma região da face. O método pode ser aplicado no rosto, pernas, costas, braços e glúteos.

Por último, lembre-se de sempre escolher profissionais capacitados e especialistas no assunto. Com esse cuidado, você terá mais chances de alcançar um bom resultado e evitar qualquer problema futuro.

Gostou de conhecer a diferença entre a Criofrequência e a Criolipólise? Para mais informações, acesse o nosso site e conheça nossos serviços exclusivos!

Veja os 5 maiores benefícios do cronograma capilar para seus cabelos

Veja os 5 maiores benefícios do cronograma capilar para seus cabelos

Veja os 5 maiores benefícios do cronograma capilar para seus cabelos

Sabe quando seu cabelo continua ressecado, poroso ou sem vida, mesmo depois daquela hidratação semanal com a sua máscara preferida? O motivo disso pode ser o excesso de um nutriente e a falta de outro. E é aí que entra o cronograma capilar.

Ele determina os 3 tratamentos de que os fios mais precisam para se manterem sempre saudáveis: hidratação, nutrição e reconstrução. Além disso, consiste em, basicamente, uma agenda com esses cuidados, com base em uma análise prévia das necessidades de suas madeixas.

De uma forma ou de outra, os cabelos só têm a ganhar com esses cuidados, principalmente os opacos, quebradiços, ressecados e que tenham sofrido com químicas e outras agressões externas, como o uso excessivo de secadores e pranchas.

Sendo assim, preparamos este post com os principais benefícios dessa técnica, para que você possa se render a ela, de uma vez por todas, e deixar as suas madeixas cada vez mais bonitas, saudáveis e brilhantes. Continue a leitura e confira!

1. Recuperação

Você já deve saber que, quando se trata de cabelo, não existem milagres, não é verdade? Afinal, não há salão de beleza no mundo que possa recuperar um fio totalmente danificado, poroso e ressecado com um único tratamento.

A melhor maneira de resolver esse problema é com o cronograma capilar, pois ele permite que o cabelo passe por todas as fases (hidratação, nutrição e reconstrução) e absorva os nutrientes que mais precisa, garantindo uma recuperação eficaz, profunda e com resultado duradouro.

2. Praticidade

Se antes você precisava reservar algumas horas da sua rotina para hidratar os fios no salão ou, até mesmo, recuperá-los em casa, utilizando toucas térmicas por horas, cuidar dos cabelos ficará ainda mais fácil com o cronograma capilar.

Com ele, você vai conseguir mantê-los sempre fortes e bonitos, sem perder muito tempo e gastar dinheiro com produtos caros e de difícil aplicação. Basta escolher a máscara certa, aplicá-la de maneira correta e esperar o tempo de ação indicado na embalagem.

3. Naturalidade

Com os tratamentos capilares em dia, ficará muito mais fácil aceitar os fios naturais sem a ajuda de secadores, chapinhas e outros componentes químicos. Afinal, eles ficarão muito mais fortes, saudáveis, naturais e bonitos, e você terá um imenso prazer em exibi-los em sua forma original. Não é demais?

4. Adequação

Diga adeus à complicação no momento de comprar os seus produtos capilares. Nada de sair pela loja de cosméticos comprando vários itens diferentes sem saber do que são compostos e para que servem.

Com o cronograma capilar, você passará a conhecer o seu cabelo cada vez mais, reconhecendo os produtos e os componentes com os quais ele mais se identifica e precisa no momento. Assim, além de se adequar aos seus fios, você também vai economizar, já que comprará somente aquilo que necessita.

5. Melhora da autoestima

Aderir ao cronograma capilar na sua rotina gera um círculo vicioso muito positivo, que contribui diretamente para a melhora da autoestima: quanto mais você cuidar do cabelo, mais resultado terá; quanto mais resultado, mais elogios você receberá e, quanto mais elogios, mais você se animará para tratar as suas madeixas. Percebeu a chuva de benefícios que esse tratamento pode proporcionar?

Agora que você já sabe como o cronograma capilar funciona, procure realizar os procedimentos de hidratação, nutrição e reconstrução semanalmente, por 30 dias ou até que seus cabelos se recuperem totalmente. Além disso, é importante saber que esse esquema não promete milagres, mas garante que os fios fiquem muito mais fortes, saudáveis e recuperados. Comece a sua rotina de cuidados agora mesmo!

E aí, gostou de saber quais são os principais benefícios do cronograma capilar? Conhece mais algum? Então, deixe o seu comentário abaixo e compartilhe com a gente!

Alimentos antioxidantes: saiba quais não podem faltar na sua dieta

Alimentos antioxidantes: saiba quais não podem faltar na sua dieta

Alimentos antioxidantes: saiba quais não podem faltar na sua dieta

Beber água regularmente, praticar exercícios regularmente e dormir bem. Existem diversas formas de levar uma vida mais saudável e retardar o envelhecimento da pele. Consumir bons alimentos antioxidantes também pode ajudar muito. Você já ouviu falar neles?

Pensando na importância do tema, elaboramos este artigo. Ao longo do texto, você entenderá como eles agem em nosso corpo e quais benefícios cada um deles traz para a saúde.

Boa leitura!

Como os alimentos antioxidantes agem no corpo?

Em termos resumidos, eles formam uma espécie de proteção para as células, fazendo com que fiquem jovens e saudáveis por mais tempo. Como resultado direto dessa ação, doenças de pele podem ser evitadas, assim como o aparecimento de rugas e outras marcas trazidas pela passagem dos anos.

Na prática, eles agem combatendo os radicais livres que, em excesso, podem ser bastante tóxicos para o organismo e acelerar o processo normal de envelhecimento — e isso ninguém quer, não é mesmo?

Quais são os melhores alimentos antioxidantes?

Confira, logo abaixo, uma lista com alimentos muito especiais para incluir em sua dieta!

Aveia

Perfeita para comer no café da manhã, a aveia é antioxidante e também contém uma quantidade significativa de fibras, que ajudam na digestão e dão sensação de saciedade, fazendo com que você demore mais para sentir fome. Incrível, né?

Cenoura

A cenoura mantém suas células saudáveis e hidratadas. O betacaroteno, presente em grandes quantidades nesse alimento, é convertido em vitamina. Atua no organismo e contribui para a produção de colágeno, que previne e trata as rugas e a flacidez.

Morango

Os morangos e as outras frutas vermelhas são ricos em sabor, concorda? Além disso, eles têm polifenóis, substâncias antioxidantes que combatem a ação dos radicais livres.

Limão

A vitamina C do limão auxilia o corpo a absorver colágeno. Assim, sua pele fica mais firme e com uma aparência mais jovial.

Amêndoas

As amêndoas têm poucas calorias e são ótimas opções para espantar aquela fome fora de hora. A vitamina E, presente nelas, também tem uma ação antioxidante.

Castanha-do-pará

Essa oleaginosa é famosa por oferecer inúmeros benefícios ao corpo. As quantidades de selênio que ela tem colaboram para o funcionamento normal da tireoide e combatem os radicais livres.

Existem outras formas de combater o envelhecimento da pele?

rejuvenescimento é um objetivo de várias pessoas. Como mencionamos, não é só uma dieta equilibrada e rica em alimentos antioxidantes que pode ajudar. Um sono regular e alguns tratamentos também são bem-vindos nesse sentido.

A limpeza de pele profissional é um dos exemplos mais clássicos, já que se trata de um procedimento relativamente simples e bastante acessível. Com esfoliação, extração de cravos e aplicação de máscara, ela pode fazer maravilhas pelo seu rosto.

Há, ainda, diversos tipos de peeling — físico, químico, biológico e a laser —, método que é considerado como o mais eficaz na remoção de células mortas da pele.

Enfim, os alimentos antioxidantes são poderosos aliados para quem deseja retardar o envelhecimento natural da pele. Juntos de outros cuidados, eles podem fazer com que você se sinta bem.

Se você gostou do texto e quer ficar por dentro de outras novidades, não deixe de seguir nossos perfis nas redes sociais: Instagram, Facebook, YouTube e Google+.

alimentos que prejudicam a pele

Conheça os alimentos que prejudicam a pele e evite agora mesmo

Conheça os alimentos que prejudicam a pele e evite agora mesmo

Você realiza os cuidados diários de beleza? Utiliza hidratantes e outros cosméticos específicos para se manter sempre bonita? Mas, e quanto aos ingredientes das suas refeições? Você se preocupa com essa escolha? Saiba que é preciso evitar os alimentos que prejudicam a pele.

Muita gente não dá importância, mas a acne, celulite, flacidez e até o processo de envelhecimento da pele podem ser decorrentes de uma má alimentação.

A boa notícia é que é fácil virar esse jogo! Acompanhe este post, conheça os vilões do seu prato e comece agora mesmo a evitá-los para ter uma pele mais jovem e saudável!

Doces

Entre os alimentos que prejudicam a pele, em primeiro lugar estão os doces. Mas quem resiste a um chocolate ou sorvete, não é mesmo? Sabemos que eles são uma tentação, mas a combinação de açúcar e gordura não é nada saudável.

O consumo em excesso vai acarretar a gordura localizada, principalmente na barriga, glúteos e coxas, além de deixar a pele mais oleosa e piorar os quadros de acne. Outra questão é que o açúcar consegue se ligar ao colágeno, fazendo essa proteína perder sua função, que é de dar elasticidade e viço à pele.

A dica é sempre comer doces com moderação e driblar a vontade consumindo frutas — como melancia, maçã e goiaba — que têm ação antioxidante e vão fazer muito bem para sua pele.

Refrigerante

O açúcar é o ingrediente principal da bebida, ou seja, vai contribuir para a gordura localizada e pode também causar inflamações, gerando celulite.

Além disso, os refrigerantes (inclusive as versões light e diet) são ricos em sódio, o que ocasiona retenção de líquidos, tornando difícil a eliminação de toxinas. Ou seja, a pele fica mais inchada.

Por isso, abandone essa bebida e aposte na água, água de coco e sucos naturais sem açúcar.

Café

O tradicional cafezinho precisa ser consumido com moderação. Isso porque é rico em cafeína, substância diurética que desidrata o corpo. O excesso da bebida tem como consequência o aumento dos níveis do hormônio cortisol, o que resulta no envelhecimento da pele.

Outro ponto é que o café é um alimento vasoconstritor — compromete a circulação sanguínea, o que pode favorecer o aparecimento da celulite.

Embutidos

Salsicha, linguiça, mortadela e salame devem ser evitados ao máximo, porque são riquíssimos em sal. Ou seja, causam retenção de líquidos no organismo. Além disso, contêm gordura saturada e nitratos, que favorecem a inflamação da pele, aceleram seu envelhecimento e enfraquecem unhas e cabelos.

Frituras

A batata frita pode ser deliciosa, mas deve ser excluída do cardápio, assim como as outras frituras.

São alimentos que contêm uma gordura ruim, que, além de causar aumento de peso e problemas cardíacos, deixa a pele mais oleosa e com mais tendência a cravos e espinhas.

Dê preferência para grelhados e assados!

Laticínios

Você sabia que até mesmo os laticínios — como leite, queijos amarelos e iogurtes — podem fazer mal à pele? São ricos em gordura e podem aumentar a oleosidade, favorecendo o aparecimento de acnes.

Muita gente fica preocupada em reduzir o consumo desses alimentos por conta do cálcio, mas saiba que você pode encontrar o nutriente nas castanhas, brócolis, nozes e couve-flor.

Viu só como é possível cuidar da sua saúde e beleza selecionando melhor o que colocar no prato? Faça substituições e evite os alimentos que prejudicam a pele. Ao encontrar o equilíbrio na alimentação você vai viver muito melhor!

Gostou do nosso post? Então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais para que eles também escolham os alimentos com mais cuidado e tenham a pele saudável!

Como eliminar foliculite

Você sabe como eliminar a foliculite? Descubra aqui!

Você sabe como eliminar a foliculite? Descubra aqui!

Doenças de pele e complicações afins não são nada agradáveis. Felizmente, com os avanços da medicina, da tecnologia e dos tratamentos estéticos, existem diversas opções de tratamento para esse tipo de enfermidade. Por exemplo, você sabe como eliminar foliculite?

Pensando nisso, elaboramos este artigo. Durante a leitura, você entenderá o que é a foliculite e como acabar com ela. Vamos lá?

O que é foliculite?

A foliculite nada mais é do uma inflamação na raiz dos pêlos. Na maioria dos casos, está relacionada à presença de pêlos encravados. No entanto, também existem aquelas originadas por infecções de bactérias ou fungos.

Seus sintomas, em geral, consistem na vermelhidão da pele e no aparecimento de pequenas bolhas com pus — bastante parecidas com aquelas causadas pela acne. A sensação de coceira e de queimação também são recorrentes.

Ela se manifesta com frequência em quem:

  • usa roupas muito apertadas;
  • raspa os pêlos do corpo;
  • utiliza maquiagem.

O aparecimento da foliculite é mais comum nas seguintes regiões:

  • nádegas;
  • virilhas;
  • pernas;
  • braços;
  • rosto.

Como eliminá-la?

Como dissemos, existem diferentes maneiras de lidar com a foliculite e eliminá-la. Confira, logo abaixo, algumas dicas que podem ajudar no tratamento.

Use sabonete antisséptico

Capaz de combater infecções e acabar com micróbios, os sabonetes antissépticos são boas opções para tratá-la. É especialmente efetivo para eliminar aquelas bolinhas que aparecem no rosto.

Não durma com roupas apertadas

O uso frequente de roupas apertadas é um dos grandes causadores de inflamação. As regiões mais afetadas por esse fator, na maioria dos casos, são as nádegas, pernas e virilhas.

Isso acontece devido, principalmente, à utilização de calças jeans justas demais. Portanto, evite usá-las, ok? Apostar em vestimentas um pouco mais largas pode ser interessante.

Jamais use a pinça

No desespero de tentar resolver o problema de qualquer jeito, muitas pessoas acreditam que usar uma pinça e cutucar a foliculite seja uma boa ideia. No entanto, essa opção pode inflamar ainda mais a área e agravar o caso.

Faça depilação a laser

Essa forma de depilação certamente é o melhor tratamento para foliculite. Com ela, você ficará longe da dor causada pelas lâminas e por outros métodos de depilação, que contribuem para a inflamação dos pelos e da pele como um todo.

Além disso, a depilação a laser pode ser usada em diversas partes do corpo, proporcionando uma baixíssima reincidência de pelos. Já pensou abandonar a cera ou a lâmina de vez?

Conte com ajuda especializada

Para fazer um tratamento adequado da foliculite, procure a ajuda de quem entende do assunto. Algumas clínicas de estética dispõem dos meios e dos equipamentos mais modernos para conduzir você à melhora. Então, que tal deixar sua pele lisinha e mantê-la longe das inflamações?

Agora que você já sabe como eliminar foliculite, não deixe de colocar essas dicas e recomendações em prática, combinado? Ao seguir todos esses passos, você não vai mais sofrer desse problema.

Gostou do texto e quer ficar por dentro de todas as novidades? Então, aproveite a visita para curtir nossa página no Facebook!