Sabe aquela viagem à praia que sempre assusta quando você olha no espelho e se vê sem aquele bronzeado, sem aquela cor do verão? Certamente você concorda que fica difícil alcançar esse objetivo correndo o dia todo com trabalho, família e afins, mas, por sorte, hoje não precisamos contar somente com o sol a pino para conseguirmos a famosa marquinha de biquíni.

O problema nisso é que muita gente, na empolgação de conseguir resultados rápidos, acaba indo por caminhos nada seguros e optando pelo famoso bronzeamento artificial em casa.

Para lhe ajudar, explicaremos, neste artigo, se essa prática é segura ou não. Mas, primeiro, vamos entender direito o que é o bronzeamento artificial.

O que é bronzeamento artificial?

De forma geral, o bronzeamento artificial é um tratamento para que você consiga uma tonalidade de bronze sem precisar tomar sol. A técnica atua superficialmente na pele e, por isso, é considerada menos arriscada do que o bronzeamento por exposição direta ao sol.

Como é feito?

O bronzeamento artificial pode ser feito de muitas maneiras conhecidas. Vamos conferir as mais comuns:

Câmaras de bronzeamento

São aparelhos que emitem raios ultravioletas e que, em contato com a pele, produzem melanina, responsável pelo bronzeado. Essa prática é considerada perigosa e proibida no país devido aos seus efeitos nocivos, como manchas ou queimaduras. Além do riscos de contrair doenças de pele devido à exposição repetida.

Jatos bronzeadores

Essa técnica permite que você escolha qual a tonalidade de bronzeado desejada conforme a quantidade de produto aplicado na pele. Esse tipo de bronzeamento deve ser feito por um profissional e devem-se tomar alguns cuidados, como aguardar que o produto seque antes de se vestir, não utilizar roupas justas após a aplicação, não se molhar nem praticar atividades físicas por algumas horas. Esse método é seguro e utiliza produtos dermatologicamente testados que ativam a melanina, conferindo um bronzeado natural e homogêneo. A utilização dos jatos mantém o bronzeado de 7 a 10 dias.

Produtos químicos

É a aplicação de substâncias (em forma de cremes hidratantes ou sprays) que modificam a cor da pele, deixando-a no aspecto desejado. Existem diversos tipos de produtos com diferentes formas de aplicação e resultados.

É fundamental saber que os cremes e sprays não protegem a pele, eles apenas a tingem na cor especificada. Tanto esses produtos como os jatos bronzeadores têm curta duração, podendo manter-se por, no máximo, uma semana.

A facilidade com que esses itens são encontrados e podem ser aplicados no corpo, além de outras opções muito mais caseiras (e nada seguras) de bronzeamento, torna-se um fator de decisão potente para decidirmos em fazer o bronzeamento artificial em casa, mas é preciso ter muito cuidado ao manipular essas substâncias e aplicá-las em nosso corpo, pois elas podem deixar sua pele manchada se aplicadas de forma incorreta.

Quais são os outros tipos de bronzeamentos?

Muitas pessoas optam por receitas milagrosas e métodos duvidosos no desejo de conseguir um bronzeado. São inúmeros produtos e técnicas que não possuem segurança comprovada e podem acarretar problemas muito graves à saúde. Alguns deles são:

  • bronzeadores caseiros, como óleos, amêndoa ou folha de figo;
  • o próprio bronzeamento natural que, por conta da exposição direta ao sol, pode trazer problemas como manchas e até doenças mais graves na pele.

Quais cuidados tomar com o bronzeamento artificial?

O bronzeamento artificial é seguro porque atua na camada mais superficial da sua pele. Mas nem por isso você não deve ter cuidados especiais quando for utilizar esse tipo de técnica (como usar filtro solar, por exemplo). É imprescindível que você realize qualquer procedimento que modifique o seu corpo com o acompanhamento de um profissional qualificado.

Um especialista vai ter o cuidado de tomar algumas precauções paras os seguintes casos:

  • caso você esteja fazendo algum tratamento na pele;
  • caso você tenha alguma ferida que está em processo de cura ou cicatrização;
  • caso você possua algum tipo de alergia, dependendo do produto utilizado.

Além disso, um profissional com experiência chegará no resultado esperado de forma segura e efetiva, eliminando a preocupação que você possivelmente teria com dúvidas ou incertezas quanto aos tratamentos.

Assim, não há como não concluir que fazer bronzeamento artificial em casa não é tão simples e fácil como parece, não é mesmo? Afinal de contas, o bronzeamento artificial é seguro e tem muitas vantagens, desde que você o faça com um profissional competente e preparado.

E se você quiser saber mais e ficar por dentro de dicas e informações sobre saúde, beleza e qualidade de vida, assine nossa newsletter e receba diversos outros conteúdos como este!

Sem Comentários

Cancelar